Os 10 erros de marketing digital que não quer cometer em 2019 na sua PME são provocados, na maioria da vezes, pela imensidão do mercado, por oportunidades difíceis de identificar e por escassez de recursos humanos. Descubra com atenção os 10 erros comuns (poderiam ser 50!) que a digitalgreen selecionou e as estratégias para os evitar e/ ou solucionar.

O investimento em marketing digital não está a gerar o retorno esperado? É o momento de olhar criticamente para a estratégia e de a repensar.

Erro 1: Falta de planeamento da estratégia de marketing digital

O planeamento é o maior dos aliados para todas as empresas, sobretudo no que diz respeito à concretização dos objetivos de marketing digital. Se ainda não definiu as diretrizes da estratégia para o mundo online, está na altura de o fazer.

Construa um plano de marketing suficientemente detalhado para orientar os profissionais no dia-a-dia, mas suficientemente flexível para se adaptar aos resultados que as ações vão gerando. O plano de marketing deve ter:

  • Análise-diagnóstico da empresa, do mercado e da concorrência.
  • Análise SWOT.
  • Definição de objetivos.
  • Escolha de opções estratégicas.
  • Marketing mix.
  • Avaliação e atualização do plano de marketing.

Sugestões:

  1. Invista tempo no desenvolvimento de um plano de marketing.
  2. Peça apoio profissional quando não tem a certeza do caminho a seguir.
  3. Analise sempre o que a concorrência está a fazer e defina uma lista de competidores (não concorrentes).
  4. Crie um plano possível de colocar em prática, identificando as necessidades que levantará e como as colmatar.
  5. Mantenha-se fiel ao plano, mas flexível para o adaptar sempre que necessário.
  6. Pergunte sempre: Está a fazer o marketing certo para a sua marca?

Erro 2: Não investir na presença online da empresa

Ser pequena ou média empresa é irrelevante quando falamos de estar online. A sua presença na web é essencial para o crescimento do negócio, independentemente do setor de atuação ou da dimensão. Não investir na presença online da sua empresa é um dos 10 erros de marketing digital mais comuns entre PMEs em Portugal.

Sugestões:

  • Construa e/ ou mantenha atualizado o website da sua empresa. É a porta de entrada para a marca na Internet e onde os (potenciais) clientes podem encontrar tudo o que precisam e procuram. Para o caso de ainda não ter um website, a sua marca estará a perder oportunidades?
  • Garanta que a comunicação em redes sociais não contraria o website nem o deixa esquecido. Crie publicações interdependentes.
  • Desenhe uma estratégia multicanal, identificando os canais mais adequados para a sua marca e definindo ações específicas para cada meio.

Erro 3: Negligenciar a criação  e promoção de conteúdo próprio

Quando está a desenvolver marketing de conteúdo, deverá ter sempre em mente três aspetos: utilidade, relevância e eternidade. Ou seja, o conteúdo deve ser útil, relevante e atemporal para o seu público-alvo. O marketing de conteúdo resume-se ao desenvolvimento de conteúdos relevantes para as pessoas a que pretende chegar, de forma a gerar retorno para a empresa. Os conteúdos podem ser tutoriais, educacionais, profissionais ou de entretenimento. Comece sempre pela utilidade, melhore com o conhecimento analítico que for recolhendo e aprimore com empatia e amor.

No entanto, não basta criar conteúdo. É fundamental promover o que produz. Adote uma posta de proatividade, que é como quem diz: transforme a sua empresa na responsável pelos objetivos que pretende alcançar. Pode investir em redes sociais, num blog, em email marketing, entre outros.

Sugestões: 

  • Não queira estar em todo o lado ao mesmo tempo. Selecione os canais mais adequados, desde as redes sociais a marketplaces e blogs.
  • Evite que os canais onde a PME está pareçam desatualizados ou descuidados.
  • Esteja o mais presente possível.
  • Analise sempre o mercado antes de avançar: quais são as necessidades do seu público-alvo, o que é que a concorrência está a fazer e como é que pode ser diferente são perguntas a considerar.
  • Nunca se esqueça de analisar os resultados.

Erro 4: Vendas produtos ou serviços em vez de valor acrescentado

As empresas existem para resolver necessidades humanas. As marcas existem para mostrar como as empresas são maravilhosas ao resolver necessidades humanas. O marketing digital é o meio para potenciar a relação entre marcas e pessoas. Se tem a solução para um problema, faça com que os clientes percebam que a sua marca é a escolha certa, A realização de escolhas, o processo de tomada de decisão, é a tragédia quotidiana dos consumidores.

Sugestões:

  • Aposte em conteúdo claro, simples e útil para informar os potenciais clientes.
  • Ajude o cliente a descobrir que a sua marca é excelente para resolver o problema que tem.
  • Torne-se a escolha natural para os potenciais clientes com a partilha de testemunhos e uma política de pós-venda sem beliscões.

Erro 5: Desconhecer as buyer personas da empresa

Quem são os seus potenciais clientes?

É a partir daqui que deve começar a implementar não só a sua estratégia de marketing digital como qualquer investida da equipa comercial ou desenvolvimento de novos produtos e / ou serviços. Faça a representação do seu cliente ideal e salte este erro da lista dos 10 erros de marketing digital sua empresa pode estar a cometer.

Sugestões:

  • Construir o perfil do cliente ideal da marca, recolhendo toda a informação necessária para tal.
  • Desenhar pelo menos três perfil de cliente e criar estratégias para todos.
  • Combinar conhecimento técnico com feedback da equipa e dos clientes.

Erro 6: Total desconhecimento da jornada do cliente

O desconhecimento do cliente ideal da marca implica o desconhecimento das suas necessidades e como poderá chegar à sua empresa para encontrar a solução que procura. A jornada do cliente é o caminho que o consumidor faz até chegar ao que procura e comprar.  Existem várias empresas que podem ajudar na criação desta jornada, desde agências de marketing digital a entidades de estudos de mercado.

O erro 6 é um dos mais comuns dos 10 erros de marketing digital identificados pela digitalgreen. Em que fases de divide a jornada do cliente?

Fase 1: awareness (ter conhecimento de, estar atento a)

Ocorre quando as empresas trabalham para serem encontradas. Por exemplo: uma pesquisa no Google por marcas de equipamentos informáticos mostrará as marcas que, por norma, têm maior destaque na web. Isto é um exemplo de awareness. Todavia, quando as pessoas pesquisas diretamente por uma marca de equipamentos informáticos, estamos noutro estádio de awareness. A aprendizagem e a descoberta são os processos nucleares da fase 1.

Fase 2: Consideração da solução

O consumidor tem consciência do problema e está à procura da solução, sendo que a sua conversão em lead dependerá da forma como a marca mantém o interesse do potencial cliente nas suas soluções.

Fase 3: tomada da decisão de compra.

É a fase final do caminho, o clímax da jornada de cliente e o momento mais aguardado e desejado pelas marcas.

Sugestões:

  • Entenda a jornada do seu cliente.
  • Desenvolva conteúdos gerais e maioritariamente educativos.
  • Ajude o potencial cliente a entender qual é o seu problema.
  • Evidencie os efeitos do problema e depois ofereça soluções.
  • Mostre que a sua marca é a melhor opção: testemunhos de clientes, casos de sucesso, parcerias com outras marcas, canais digitais atualizados, entre outros.
  • Mantenha o equilíbrio entre conteúdo comercial e informativo.
  • Não julgue que a jornada do cliente termina na compra. Atrair e converter é apenas uma fase. Falta fidelizar.
  • Supere expectativas.
  • Ofereça experiências de consumidor agradáveis.

Para saber mais sobre a jornada do cliente, assista ao webinar organizado pela digitalgreen “Conhece a jornada digital dos seus clientes?”:

Erro 7: Desvalorizar a concorrência

A falta de atenção na concorrência pode gerar efeitos extremamente negativos na sua empresa e colocar em causa a sua competitividade. Existem várias ferramentas de análise da concorrência, nomeadamente da forma como está online, como a woorank (permite saber com que palavras-chave estão posicionados os seus concorrentes nos motores de busca). 

Sugestões:

  • Compreenda em que canais é que a concorrência investe.
  • Analise a forma de interagir e comunicar com as respetivas comunidades online.
  • Compare a estratégia de alguns concorrentes (sobretudo competidores) com a da sua empresa.
  • Saiba quais são as tendências.
  • Identifique oportunidades e especialize-se.

Erro 8: Descurar o investimento em SEO

As melhores formas para vencer em SEO é investir ininterruptamente em SEO. Isto é, tenha cuidado com as palavras-chave que utiliza, trabalhe o link building com naturalidade e otimize. O SEO (Search Engine Optimization) funciona, mas precisa de tempo e trabalho contínuo. É a forma como surge nos motores de busca.

Sugestões:

  • Foque-se em palavras-chave de cauda longa (long tail). Segmente ao máximo o seu conteúdo. Torne-se especialista e não fale apenas de forma genérica.
  • Dê soluções focadas em necessidades específicas, de forma personalizada e exclusiva.
  • Identifique as palavras-chave com maior potencial para sua empresa: keyword planner, woorank, ubersuggest, entre outras ferramentas.

Erro 9: Marketing e vendas desalinhados

A criação de um plano de marketing alheado do plano de vendas ou vice-versa está entre um dos 10 erros de marketing digital com maior impacto negativos na concretização dos objetivos. Se o marketing e as vendas não estiverem alinhados:

– Aumento da dificuldade em gerar leads de qualidade.

– Ruído e conflitos entre equipas.

– Resistência à implementação de mudanças ou táticas do marketing pelas vendas.

– Taxas de retenção e fidelização de clientes mais baixas.

– Dificuldade acrescida em fechar negócios.

Sugestões:

  • Envolver as equipas no desenvolvimento dos planos de marketing e vendas.
  • Traçar objetivos e estratégias comuns.
  • Manter os departamentos atualizados.

Erro 10: Pensar que o marketing é estático

No marketing, sobretudo no digital, nada é estático. A marca que não acompanhar a mudança é ultrapassada pela concorrência e pelo próprio consumidor. Chame a atenção dos seus potenciais clientes, mas sem ser de forma invasiva. Opte por métodos diferentes, com a disponibilização de informação importante. Esteja (sempre) disponível.

Sugestões:

  • Manter-se sempre informados das novidades, mas sem cair na tentação de querer colocar tudo em prática.
  • Ouvir os clientes e estar atento às necessidades.
  • Usar os canais a seu favor: email marketing, redes sociais, SEO, website, marketplaces, feiras internacionais, ebooks, webinars, entre outros.

Os 10 erros de marketing digital

Os 10 erros de marketing digital que a sua empresa não pode cometer em 2019 são apenas uma seleção dos auto-sabotadores que pode estar a utilizar para o crescimento da sua marca. Para os solucionar, pode falar com a nossa equipa.

Quais são os maiores erros online que o seu negócio está a cometer?

Sugestões:

– Solicite a resposta à nossa equipa.

– Subscreva a newsletter do nosso blog.

– Assobie para o lado.

Qual é a solução que vai escolher?