As 14 tendências para o retalho em 2019 considera o novo contexto de retalho ‘phygital’, num dos setores em que Portugal cresceu acima da média europeia (dados referentes a 2018). Quais são os novos caminhos e as velhas apostas que deve considerar em 2019? Do marketing digital à formação, a digitalgreen destaca 14 caminhos que, mais do que tendências, são necessários.

Tendência 1: Omnichannel Retail

Ter apenas uma loja online ou estar apenas fisicamente com uma loja de venda ao público já não é suficiente. Ter uma loja física ou online pode ser uma questão de Yin e Yang. Como?

Para a cultura chinesa, o mundo é composto por forças/ energias opostas e é fundamental encontrar o equilíbrio entre elas. Neste caso, o Yin e o Yang. Esta perspetiva do mundo pode ser aplicado ao retalho, sobretudo em 2019. Hoje em dia não basta estar em loja física ou online. O ideal é encontrar um equilíbrio entre ambas, com a garantia de clientes satisfeitos independentemente do ponto de venda.

Uma marca deve integrar todos os canais, desde lojas físicas a websites, redes sociais e mercados. O omnichannel retail remete para esta nova realidade e é a norma.

Tendência 2: Tecnologia nos pontos de venda físicos

A loja do futuro é feita de experiências, seja online ou física. Porém, os pontos de venda físicos serão influenciados pelas inovações tecnológicas e a loja do futuro é a loja que comunica com o cliente e lhe dá soluções concretas e certeiras. O que é possível?

– Controlar stocks em tempo real.

– Simplificar o processo de pagamento.

– Conhecer os hábitos de consumo em loja.

– Vitrinas interativas que monitorizam o movimento dos transeuntes e mostram conteúdo à medida.

– Gestores de filas de espera.

– iBeacons (rede de beacon ou aplicação Bluetooth Low Energy – BLE): sensores ligados a smartphones e outros dispositivos com a função de enviar informações sobre produtos e ofertas.

– Provadores virtuais: mais do experimentar o produto, poderá enviar a imagem por email e/ ou redes sociais.

– Mapas digitais da loja.

– Sinalética digital.

– Prateleiras com produtos virtuais.

Exemplos de lojas do futuro:

  1. Amazon Go.
  2. ZARA.
  3. Farfetch.
Tendência 3: Supply chains automatizadas

Os sistemas de gestão de inventários são um dos caminhos obrigatórios para 2019. Uma supply chain altamente automatizada é uma supply chain otimizada, com entregas rápidas e eficientes. As novas tecnologias incluem:

–  Pickers robôs.

– Dispositivos RFID.

– Sistemas blockchain.

Tendência 4: Experiência idílica em todos os canais

Uma marca com uma experiência perfeito em todos os canais de venda é uma miragem na travessia do deserto. Ao fim de alguns desertos, uma poça de água pode parecer uma verdadeiro oásis.

Para 2019, conseguir experiências integradas entre a experiência de compra em loja física e de compra online é essencial. Seja na web, nas redes sociais, na loja física, em aplicações ou marketplaces, a experiência deve ser sempre semelhante, cómodo e simples.

Tendência 5: Personalização

O processo de venda online permite tratar os clientes pelo primeiro nome ou sugerir produtos com base nas pesquisas realizadas, nos produtos abandonados em carrinhos, nas compras realizadas, entre outras fontes.

Na loja física poderá ser mais difícil atingir este nível de personalização. Ainda assim, a integração de todos os canais do negócio será fundamental para se atingir níveis interessantes e que possam fidelizar clientes.

Tendência 6: Transparência e informação

Os consumidores são cada vez mais exigentes.

Um Inquérito sobre e-commerce realizado pelo Portal da Queixa em parceria com a Netquest (Setembro de 2018) revela que mais de metade dos portugueses utilizam a Internet para pesquisa de opiniões, preços e informações. Isto significa que as decisões são cada mais informadas e direcionadas.

Os retalhistas devem trabalhar a transparência através da partilha de informação, nomeadamente:

  • Processo de produção.
  • Materiais utilizados.
  • Responsabilidade social.
  • Satisfação dos clientes.
  • Portefólio.
  • Entre outros.
Tendência 7: Transformação digital

A transformação digital no retalho está a gerar um novo contexto, designado de retalho ‘phygital’, e que remete para a integração da tecnologia nas lojas físicas, em que a estratégia deve sempre passar por pontos-chave como: emoção, propósito, personalização e qualidade.

O retalho omnicanal caminha para a articulação entre informação, escolhas online e experiência em loja. Comprar está em mudança e com ele surgem alterações na forma como o mundo se comporta. A transformação digital significa que os retalhistas devem apostar no digital, sobretudo num contexto de negócios exclusivos do online, ofertas diretas entre fabricantes e consumidores, e retalho off-price.

As ferramentas digitais permitem fazer a ponte entre o comércio digital e físico.

Tendência 8: Mobile retailing

Mais de 65% da população mundial utiliza telemóvel. O mobile retailing remete para a venda eletrónico através de dispositivos móveis e é uma das grandes tendências de 2019.

Sugestões:

  • Oferecer Wi-Fi nas lojas físicas.
  • Apostar no desenvolvimento de lojas online mobile.
  • Criar websites exclusivos para mobile.
  • Geolocalização para ofertas exclusivas.

De acordo com o relatório Observador Cetelem eCommerce 2018, o cliente de lojas online em Portugal tem entre 25 e 44 anos.

Tendência 9: Compras cada vez mais fáceis

O tempo é escasso e paciência é cada vez menor. Logo, as pessoas querem tudo de forma rápida, fácil e intuitiva. O esforço do retalho deve ser por garantir que os consumidores precisam de pouco esforça para fazer compras. É a economia do tempo das pessoas aplicada ao retalho.

Exemplo:

Solução ‘Connected Kitchen’ do Carrefour: os clientes têm a possibilidade de fazer, sem sair de casa, scan do código de barras dos produtos que necessitam. Cada produto é adicionado a uma lista de compras e que pode ser encomendada online quando o cliente desejar. Após a encomenda o cliente pode optar por receber os seus produtos em casa ou numa loja Carrefour.

Tendência 10: Diferenciação

A qualidade já não é suficiente. A diferenciação é a chave.

Tendência 11: a-commerce

O e-commerce será a-commerce. Ou seja, a aposta em plataformas de comércio online completamente automatizados. Nestas, é a inteligência artificial que gere os processos para os otimizar e obter maior rendimento.

Tendência 12: Novas competências para a literacia digital do mercado laboral

A mudança dos hábitos de compra dos consumidores está a provocar a emergência de novas competências e oportunidades profissionais, como técnico de CRM, digital marketing manager, community manager, e-commerce specialist, entre outras. Existe uma enorme procura no mercado laboral por profissionais que consigam compreender as necessidades dos consumidores e traçar estratégicas que permitam respostas adequadas e rentáveis.

As conclusões são do Guia do Mercado Laboral 2019,elaborado pela Hays, e revelam a necessidade de encontrar competências que permitam esta integração harmoniosa das marcas entre o comércio online e físico. Para a aquisição das skills consideradas essenciais para o retalho em 2019, consulte a oferta formativa presencial e à distância da Academia ZONAVERDE.

Os perfis com capacidade de gestão e com competência de suporte ao comércio online são dos mais procurados pelas empresas.

Tendência 13: Carteiras digitais

Os pagamentos online estão a crescer na Europa e Portugal não é exceção. Em

e as digital wallets estão a expandir-se por mais de 20 mil lojas. Em 2016, a empresa de dados e análises Aimia descobriu que existe um enorme interesse dos consumidores nas carteiras digitais e que 31% dos europeus, provavelmente, utilizarão carteiras digitais através dos seus dispositivos móveis.

Tendência 14: compras cada vez mais éticas

O como e o onde são questões que ganham relevância na decisão de comprar ou não determinado produto e/ ou serviço. Aspetos como o impacto ambiental dos produtos/ serviços, a responsabilidade social das marcas e o contributo das empresas para a sociedade serão cruciais para desviar a atenção do preço em 2019.

Fontes para o artigo:

Para saber mais e implementar estratégias digitais no seu negócio, fale com a nossa equipa.

Se as inovações no mundo do retalho são um tema importante para a sua empresa, visite o Iberia Retail Show’19, em Matosinhos. O evento decorre entre os dias 11 e 13 de Abril e “reúne no mesmo espaço marcas de referência, fabricantes e produtores nacionais e internacionais do setor do retalho.”.